Trade

5 tendências de consumo no varejo para você se adaptar

maio 29, 2019
Tempo de leitura 3 min

Para conquistar bons resultados, as empresas devem se manter sempre atualizadas sobre as tendências de consumo, acompanhando as novidades do mercado. E, atualmente, isso inclui adaptar os negócios à presença da tecnologia e aos novos hábitos das pessoas.

O problema é que muitos gestores têm dificuldade de encontrar ferramentas criativas e eficientes para se adequar aos costumes dos seus clientes. Assim, surgem várias dúvidas: qual tendência devo adotar? Com qual delas vou conseguir reconhecimento no mercado? Qual é a melhor para fidelizar o público?

Se esse é o seu caso, não se preocupe! Preparamos este artigo justamente para ajudar você nessa missão. Então, continue lendo para conferir as 5 principais tendências de consumo do brasileiro!

1. Consumo digital

Hoje, graças à facilidade da tecnologia, podemos adquirir produtos ou serviços pelo computador, tablet e celular. É muito prático agendar uma diarista para limpar a sua casa, por exemplo, pedir comida ou táxi, ou mesmo arrumar o carro pelo seu smartphone. E esses são só alguns exemplos: todo tipo de consumo pode ser feito digitalmente, o que abre várias oportunidades para o varejo.

2. Foco no serviço

Se, por um lado, o consumo virtual aumentou, por outro as lojas físicas tiveram de se adaptar implantando novas estratégias, como:

  • melhorar a experiência do consumidor na loja física;
  • integrar a loja ao ambiente digital;
  • instalar totens de autoatendimento;
  • oferecer, por meio das redes sociais, amostras de produtos para os clientes buscarem na loja física;
  • dar descontos nas compras mediante a apresentação de um QR Code (código de escaneamento no celular), dentre outras.

3. Desenvolvimento sustentável

Não há dúvida de que muitas pessoas já entenderam a importância da sustentabilidade para se preservar o futuro do mundo. Pois as empresas podem aproveitar a tendência aplicando ferramentas para atrair esse público. Alguns exemplos disso são:

  • a produção de embalagens feitas de produtos naturais;
  • a implantação de refis;
  • a venda de artigos reutilizados;
  • a eliminação de canudos e copos plásticos;
  • a promoção da alimentação saudável etc.

4. Economia compartilhada

Um dos impactos da crise financeira foi que os brasileiros passaram a procurar mais produtos e serviços compartilhados, para economizar ou conseguir uma renda extra. Assim, são cada vez mais comuns, por exemplo:

  • os escritórios de coworking;
  • a moradia em repúblicas;
  • as caronas e os táxis compartilhados;
  • o aluguel da própria casa para turistas;
  • os mercados de redistribuição, entre outros.

5. Busca da diversidade

Por fim, esse é o foco principal dos brasileiros nos próximos anos, então, não deixe de desfrutar dele! Lance grandes campanhas de marketing (digitais e físicas) para atrair a maioria do seu público: desde crianças até idosos, belezas fora do padrão, etnias, PCD (Pessoas Com Deficiência), feministas, diversas orientações sexuais e modelos não tradicionais de família.

Como vimos, existem várias formas de adaptar a sua empresa às tendências de consumo nos próximos anos. O mais importante é analisar o comportamento dos seus clientes e entender como eles pensam, para escolher as melhores ações para adotar a favor do negócio, conquistando grandes resultados nas suas vendas!

E agora que você conhece um pouco mais sobre as tendências de consumo do brasileiro, que tal continuar por dentro desse assunto? Basta seguir a gente nas redes sociais! Estamos no Facebook e no Instagram.

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário

Scroll Up