Trade

7 critérios que você deve analisar para encontrar bons fornecedores

novembro 21, 2018
Tempo de leitura 6 min

É comum ver que muitas empresas acabam dando maior ênfase aos clientes, ignorando totalmente os fornecedores. No entanto, reconhecer a importância desses parceiros possibilita o seu sucesso no mercado. Afinal, sem os seus serviços, não é possível oferecer produtos aos compradores.

Os fornecedores são os grandes responsáveis por fornecer a matéria-prima ou os produtos com os quais a empresa trabalha, necessários para a realização das tarefas diárias, além de garantir que eles sejam de excelente qualidade.

Os varejistas necessitam lidar constantemente com esse público. Nesse sentido, optar por bons fornecedores pode impactar diretamente os resultados do negócio. Por esse motivo, é importante que a escolha dessa parceria seja devidamente avaliada.

Diante disso, saber como encontrar fornecedores, sejam eles de produtos ou serviços, é uma etapa crucial que deve ser feita com muita cautela e responsabilidade, pois, se feita de maneira errada, pode gerar prejuízos para a sua empresa.

Sabendo da importância dessa análise para impulsionar o negócio, abordaremos, neste artigo, alguns critérios que ajudarão você na escolha de bons fornecedores para o seu serviço de varejo. Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto!

1. Prazos e condições de entrega

Certamente sua empresa tem um planejamento estratégico e financeiro alinhado. Por isso, ao buscar saber como encontrar fornecedores, certifique-se de que os prazos de entrega estarão de acordo com as suas necessidades e se serão cumpridos. É essencial que eles realizem uma entrega com qualidade e profissionalismo.  

Avalie não apenas o tempo, como também as condições comerciais e financeiras, as quantidades mínimas e os prazos para pagamento. Um fornecedor desorganizado nesses aspectos pode levar a sua empresa a perder prazos e, até mesmo, clientes, além de afetar sua imagem e reputação no mercado.

2. Histórico da empresa no mercado

Procurar conhecer o tempo que a empresa atua no mercado, a sua experiência e os projetos realizados por ela contribui de maneira positiva na seleção de um bom negócio.

É claro que uma empresa nova no mercado pode ser qualificada, assim como uma com muitos anos de mercado não garante qualidade. No entanto, a experiência do fornecedor em seu ramo de atuação facilita essa seleção, devido à credibilidade que ela ganha no mercado.

Além disso, verifique, buscando informações na internet, se a avaliação dos clientes é positiva. Observe o que as pessoas falam nos feedbacks do site da empresa e nos perfis de redes sociais.

3. Preço do produto e/ou serviço

O preço do fornecedor não necessariamente deve ser o mais barato entre os concorrentes, já que nem sempre o serviço mais barato é o ideal para a sua demanda. Nesse caso, é preciso que o valor esteja alinhado ao mercado e ao plano de negócios da empresa, não comprometendo o valor final dos produtos.

Não se esqueça de que, na hora de vender, será necessário cobrir o custo de produção e acrescentar uma margem de lucro. Por isso, faça uma pesquisa ampla, conheça as opções disponíveis no mercado e escolha de acordo com o melhor custo-benefício. 

4. Estabilidade financeira

Ter estabilidade financeira é um critério imprescindível para a seleção de fornecedores. Talvez você até ache que não é um importante, mas, na realidade, ela é sim. Se o fornecedor estiver com problemas de fluxo de caixa, possivelmente terá dificuldade para adquirir os materiais e manter a qualidade dos produtos. Ainda por cima, um fornecedor com problemas financeiros tem grandes chances de não conseguir assumir seus compromissos e prazos de entrega.

Por isso, conhecer os balanços e os principais números da organização é um passo importante para a construção de uma relação transparente e de confiança mútua, já que isso demonstra a capacidade de gestão do negócio.

5. Capacidade de inovação

A capacidade de inovação está relacionada à habilidade das empresas em desenvolver novos conhecimentos, sobretudo nas áreas de tecnologia, equipamento e serviços.

Manter em dia as principais tendências do mercado, utilizar a tecnologia a seu favor, ter metodologias de organização bem-estabelecidas são alguns exemplos de incentivo à inovação. E optar por uma empresa que preze por esses critérios faz toda diferença nos resultados.

6. Comprometimento com a ética e a idoneidade

Os consumidores estão cada vez mais preocupados em escolher empresas que se mostrem comprometidas com a ética e a idoneidade. Da mesma forma acontece com os fornecedores: ao selecioná-los, dê preferência para aqueles que trabalhem com ética, respeitem as leis e sejam responsáveis com seus valores. Dessa forma, você poderá estabelecer uma relação favorável para o crescimento de ambas.

De modo geral, todos os fornecedores devem respeitar as condições contratuais e comerciais, manter o sigilo das informações, zelar pela confiança mútua. Cabe ressaltar que o desrespeito ao código de conduta e a violação desse critério podem resultar em suspensão imediata do contrato e, dependendo do caso, em um processo legal.

7. Certificações da empresa fornecedora

Uma empresa fornecedora que tem certificações é, sem dúvida, uma organização qualificada, que está bem-alinhada aos seus objetivos. Com essa certificação, o fornecedor consegue ampliar a diversidade de clientes de maneira segura e funcional e apresenta um diferencial competitivo, além de oferecer um serviço de excelente qualidade.

Dessa forma, optar por fornecedores que apresentam esse atributo gera diversos benefícios para as empresas, como: eficiência na cadeia de suprimentos; redução de perdas; melhoria da qualidade; redução de custos; e contratação de um serviço qualificado.

Por fim, sem bons fornecedores, as tarefas podem ser dificultadas, impossibilitando o fluxo de produção e entrega, além da qualidade que pode ser comprometida. 

 

A fim de que isso não ocorra, é essencial lembrar-se de que os fornecedores devem trabalhar atendendo às necessidades pertinentes ao negócio, reduzindo os estoques e oferecendo um bom atendimento, sobretudo nas solicitações do prazo estabelecido.

Portanto, é necessário, além de avaliar os critérios destacados acima, ter cautela e saber fazer boas negociações na hora de escolher seus parceiros. A negociação garantirá bons acordos e aumentará as chances de estabelecer uma parceria favorável.

Agora que você já sabe como encontrar fornecedores, aproveite a visita no blog para assinar a nossa newsletter. Assim, você ficará por dentro de nossas atualizações e nossos serviços. Vamos lá!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário

Scroll Up