Churrasco Perfeito

Conheça os principais tipos de temperos para carne!

março 4, 2019
Tempo de leitura 3 min

Nem todo mundo sabe, mas temperar a carne antes de ir para a grelha do seu churrasco é uma atitude fundamental para controlar o ponto e a suculência, além de potencializar o sabor especial de cada proteína. 

Diferenciando cortes suínos, bovinos, de peixes e de aves, alguns temperos para carne são bastante versáteis e podem funcionar para praticamente todos. Sal, pimenta, cebola, alho e vinagre são bons exemplos de coringas que funcionam com quase tudo. A alquimia de fazer o churrasco perfeito passa muito pelo aprendizado de tempero. Quer saber mais? Fique com a gente!

Carne bovina

Há quem diga que para assar uma carne vermelha no churrasco, sal e pimenta bastam. Manter o sabor, digamos, mais puro dessa deliciosa proteína é sim uma opção, mas não necessariamente tem que ser a única. 

Esse tipo de carne tem presença forte e se dá muito bem com condimentos como: páprica, cominho, pimenta calabresa, alecrim e tomilho. Uma dica infalível é usar o chimichurri. Com origens no Uruguai e na Argentina, é um molho de muito sabor, resultado da supermistura, geralmente feita de alho, salsinha, tomilho, cebola, orégano, pimenta-do-reino negra, pimenta-vermelha moída, mostarda em pó, salsão, louro, vinagre e azeite de oliva.

Aves

A carne branca da maioria das aves, por vezes, necessita de mais cor, com a finalidade de dar um toque mais apetitoso e, ainda por cima, agregar mais sabor para uma proteína tão versátil. 

O importante é deixá-la úmida, e garantir que esteja sempre untada. Por ser uma carne com facilidade enorme de absorver sabor, é possível arriscar no agridoce e no apimentado por exemplo. Baseado nisso, especiarias como colorau, pimenta-chilli, salsa e o velho e bom alho, são muito bem-vindas. Marinadas em misturas temperadas por no mínimo duas horas, antes de levar para a churrasqueira, também são altamente recomendadas.

Suínos

Carne suína é muito mais que bacon, e conta com a possibilidade incrível de maximização de sabor e maciez. Acompanhada de sal, quase tudo vai bem. A sálvia evidencia o paladar da própria carne, e outros condimentos podem facilmente serem incorporados, tais como tomilho, cominho em pó e alecrim. São também ótimas carnes para marinar.

Peixes

Geralmente são carnes delicadas que exigem atenção. Para ir à grelha do churrasco, é importante que se use com cuidado temperos para carne que sejam fortes e ácidos, como vinagre, limão e alho.  Por vezes esses elementos são importantes para dar consistência, mas podem interferir no sabor se utilizados em excesso.

O ideal é que se tempere a parte de dentro, assim como a de fora, de uma posta ou de um peixe inteiro. Use manjericão, manjerona, louro, tomilho e outras tantas ervas para conferir-lhes agradável perfume. A dica é enrolar a peça em papel alumínio, com os temperos, para garantir uma umidade agradável no resultado final. 

Sal

O rei da cozinha não poderia deixar de ser exaltado neste artigo. É importante ter o seu domínio, pois ele tem a capacidade quase onipotente de potencializar qualquer sabor. As medidas variam. Alguns falam de 18 gramas de sal para cada quilo de carne. Entretanto, o importante é que ele esteja bem equilibrado, tendo em vista que acompanhará quase todas as receitas do seu churrasco.

De toda forma, várias são as opções de ervas e condimentos de temperos para carne. Muitos são bastante versáteis e podem, por vezes, ganharem releituras. Mas o fato é que saber temperar e o que usar na carne do seu churrasco, como explicamos aqui, caso a caso, é um passo crucial para uma celebração de churrasco perfeito!

 

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário

Scroll Up