Trade

5 passos para uma boa gestão de estoque em supermercados

abril 24, 2019
Tempo de leitura 3 min

Todo supermercado que preza por manter um padrão de qualidade nos processos sabe que a gestão de estoque é um dos fatores essenciais para alcançar resultados positivos, sobretudo no setor financeiro.

A gestão de estoque em supermercados consiste na realização de um controle rígido dos itens que serão vendidos no estabelecimento, sendo responsável por contabilizar o que é vendido e oferecer informações para a compra de mais produtos.

Uma má gestão pode impactar diretamente na experiência do cliente, além de gerar prejuízos reais para o supermercado em termos de valores.

Devido à importância desse processo para o mundo dos negócios, abordaremos, neste post, um passo a passo de como fazer uma gestão eficiente de estoque em supermercados. Continue a leitura!

1. Utilize ferramentas tecnológicas

Investir nas tecnologias é a melhor maneira para organizar o estoque. Por meio delas, você pode acompanhar as modificações, dar baixa nos produtos, saber dos itens que têm pouca saída ou dos que precisam ser comprados, entre outros. Ou seja, ajuda a conhecer melhor o fluxo de vendas na loja, possibilitando uma gestão de estoque mais eficiente.

O software de gestão, por exemplo, é uma alternativa que evita o comprometimento do estoque e contribui para que a logística do supermercado seja otimizada. Tudo isso com agilidade e praticidade.

2. Atente-se à qualidade do armazenamento

Devido à grande quantidade de produtos em estoque, uma das maiores preocupações dos lojistas consiste em como será feito o armazenamento. Afinal, muitos itens ficam parados e podem perder a validade.

É importante que o supermercado tenha um espaço físico com capacidade suficiente para atender à demanda dos clientes em condições adequadas, já que muitos alimentos necessitam de cuidados específicos, como carnes, laticínios e hortifrutis.

3. Mantenha um controle rigoroso

É extremamente importante que você saiba o que entra, o que sai e o que está disponível na sua loja. Para isso, é necessário realizar o controle rigoroso de estoque, de modo que não haja um impacto negativo nos lucros da empresa.

Existem, por exemplo, os controles periódicos, também conhecidos como balanço de mercadorias, que acontecem de tempos em tempos e mostram o panorama da composição do estoque.

Vale ressaltar que o supermercado não deve ter um estoque superlotado, já que isso pode levar à perda de produtos. O ideal é realizar o controle rigoroso do estoque por meio de um sistema de gestão eficaz.

4. Tenha um estoque organizado

Prezar pela organização do estoque, além de tornar os processos mais simples, contribui para a satisfação dos clientes. Afinal, se um cliente entrar no seu supermercado e der de cara com um local bagunçado, você perderá uma venda.

Mantenha a área sempre organizada, identificando a quantidade de mercadorias disponíveis. Isso também evita perdas e inibe o furto de mercadorias.

5. Tenha disponibilidade e variedade de produtos

Quando um cliente não encontra o que procura, ele pode acabar optando pela concorrência. Logo, a disponibilidade de produtos influencia bastante na fidelização do cliente. Por isso, é necessário conhecer as preferências dos consumidores e os produtos com maior saída para efetuar melhor o cálculo da quantidade do estoque.

Outro fator importante é a variedade de opções de produtos. Quando o supermercado oferece opções tanto em preço quanto em marcas, ele, consequentemente, atrai diferentes perfis de consumidores.

Portanto, uma boa gestão de estoque em supermercados é um fator de sucesso e de lucratividade do negócio. Lembre-se: para que o processo seja mais produtivo e eficaz, é fundamental investir em sistemas automatizados.

Agora que você já conhece alguns passos para uma boa gestão de estoque, que tal aprender a implantar um controle de perdas em seu supermercado? Leia agora mesmo o nosso artigo e saiba mais sobre o assunto!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário

Scroll Up