Trade

Ruptura de estoque: saiba mais sobre esse conceito

janeiro 20, 2020
Tempo de leitura 4 min

A ruptura de estoque é um dos principais fatores que contribuem para a insatisfação dos clientes, bem como os preços altos e o mau atendimento. Como definição, o conceito traduz a ideia de falta de um determinado produto na loja no momento em que o consumidor deseja realizar a compra.

Por isso, para evitar que esse tipo de problema aconteça, é indispensável contar com um planejamento eficaz que contemple tanto a gestão de compras, quanto o monitoramento de estoque, fornecedores parceiros e bons produtos.

Pensando nas dúvidas que surgem sobre esse tema, elaboramos este post com os desdobramentos do assunto, explicando como a ruptura de estoque afeta a relação com os clientes, os motivos dessa falha e o que pode ser feito para evitar que ela ocorra. Quer saber mais? Então continue a leitura e acompanhe!

O que é ruptura de estoque?

A ruptura de estoque é um erro que acontece quando o oferecimento ou a reposição de um determinado produto não é feita adequadamente ou não ocorre, deixando que os itens fiquem indisponíveis para as vendas.

Além da insatisfação gerada pela quebra da expectativa do cliente, esse tipo de falha ajuda a fortalecer a concorrência, visto que esse item será procurado em outro local para atender à demanda produzida. Também vale destacar a possibilidade das pessoas deixarem de considerar a empresa na hora de fazer outras compras, principalmente se esse for um problema recorrente.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Por que ela acontece?

Existem diversas situações que podem levar à ruptura. Listamos as mais comuns a seguir:

  • controle de estoque inadequado;
  • falta de interação e comunicação entre os setores;
  • maus fornecedores;
  • reposição de estoque ineficiente;
  • produtos ruins;
  • entre outros.

Quais são as consequências para o negócio?

Além do prejuízo financeiro provocado pela perda de vendas, a ruptura de estoque pode gerar danos à imagem da empresa. Dessa maneira, podemos dizer que as principais consequências negativas dessa falha são:

  • o cliente desiste de adquirir outros produtos;
  • o cliente decide comprar em outro lugar;
  • o cliente se sente insatisfeito e não volta a comprar mais naquele empreendimento.

O que fazer para evitar a ruptura de estoque?

Apesar de o problema ser grave, ele pode ser contornado com algumas ações. Acompanhe!

Invista no controle de giro dos produtos

O controle de giro de um produto é calculado com base no estágio de tempo que ele fica disponível no portfólio e a frequência necessária para a reposição.

Por exemplo, se o giro do item é de 15 dias, o tempo entre acionar o fornecedor e as mercadorias serem entregues e processadas deve ser menor que isso. O volume de compras deve atender a um período maior, mas sempre com cautela para não ocasionar excessos e possíveis perdas.

Tenha um estoque de segurança

Trata-se da quantidade mínima para manter as vendas até que aquele produto seja abastecido sem o risco de sofrer com faltas. Com esse limite estipulado e a condição lançada, os empreendedores ficam cientes que é necessário providenciar e acionar o fornecedor para que os itens estejam disponíveis dentro do prazo.

Monitore o comportamento do consumidor

Monitorar o mercado é uma ação fundamental que precisa ser realizada constantemente. No conjunto da gestão de estoques, acompanhar a sazonalidade, datas comemorativas e as mudanças no comportamento do consumidor são aspectos que ajudam a eliminar (ou minimizar) o problema, além de demonstrar preocupação e adequação com seus clientes.

Invista em tecnologia

Por fim, a automatização é um recurso que sempre auxilia na solução de problemas. O investimento em um sistema ou software voltado para a gestão de supermercados e lojas aperfeiçoa e facilita o acompanhamento de rotinas de estoques e de compras, sendo pontos fundamentais para evitar a indisponibilidade de produtos.

Portanto a ruptura de estoque é uma falha que envolve a interação de vários setores e que influencia diretamente a perda de faturamento, lucros, competitividade e satisfação dos clientes dentro de uma empresa.

Logo é importante contar com um bom sistema de gestão e fornecedores parceiros consagrados no mercado, que ofereçam, inclusive, produtos de qualidade. Além disso, ao aplicar todas as nossas dicas, você encontrará o caminho adequado para fugir desse problema, dando prestígio ao seu estabelecimento.

Gostou das informações? Então compartilhe este post nas suas redes sociais. Que tal?

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário

Scroll Up